• cataamazonufpa

O que fazer com restos de alimentos?

São diversas as possibilidades capazes de evitar o desperdício de alimentos e os impactos sobre o meio ambiente

Para quem não sabe o que fazer com os restos de alimentos que sobram do almoço e não quer desperdiçar, aqui vão algumas dicas: sobras como cascas de frutas e vegetais podem ainda conter nutrientes valiosos, óleo vegetal pode servir para limpeza doméstica e resíduos orgânicos podem até se transformar em adubo natural de alta qualidade para suas plantas.


É preciso prestar atenção em cada etapa do consumo (desde a aquisição até o descarte) para evitar acúmulo de lixo desnecessário, tanto em casa, como nos aterros. Na hora de fazer as compras, dê preferência a alimentos mais saudáveis e que contenham menos embalagens. As feiras livres são ótimas opções para adquirir verduras e legumes mais baratos e frescos. Use o carrinho de feira para evitar as sacolinhas plásticas.


Quando a comida já estiver no fundo da pança é hora de pensar sobre o que fazer com os restos. O triturador de alimentos é uma possibilidade prática, mas ainda não tão recomendada no Brasil. O aparelho instalado na pia da cozinha mói certos tipos de alimentos e os transforma em minúsculas partículas que são descartadas junto com a água até as estações de tratamento. O problema, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) é que o triturador pode elevar a poluição dos corpos d'água ao aumentar muito a carga orgânica nos lançamentos de esgotos não tratados, como é o caso de boa parte dos municípios do país. Isso também elevaria o gasto energético da empresa de tratamento para limpar a água. No exterior, as companhias que tratam o esgoto compostam esses resíduos, o que ainda não acontece no Brasil.


Antes de categorizar o seu resíduo como rejeito e descartá-lo no lixo comum lembre-se que ele ainda possui muito valor e pode ser reaproveitado. O resto também não é lixo, pode virar uma rica fonte de nutrientes para o solo e suas plantinhas através da compostagem.


Compostagem de resíduos


Compostar? Por incrível que pareça, já é possível decompor naturalmente os restos de alimentos em sua própria casa (mesmo morando em apartamento) de um jeito prático e higiênico. Nos últimos anos, algumas marcas de composteiras (também conhecidas como minhocários) chegaram ao mercado com a missão de realizar essa tarefa. Nesses equipamentos, é possível colocar frutas, verduras, legumes, sementes, borra de café, sobras de alimentos cozidos ou estragados (sem exageros) e cascas de ovo. Materiais como saquinhos de chá, serragem, gravetos, papelão, papel jornal e palitos de fósforo também podem entrar na composteira sem problemas.


Porém, o mais indicado para jornal e papelão é a reciclagem. Carnes de qualquer espécie, cascas de limão, laticínios, óleos, gorduras, papel higiênico usado, fezes de animais domésticos, frutas cítricas em excesso e sal em excesso não podem ser compostados.


O óleo de cozinha que sobra da fritura pode virar sabão de um jeito simples, veja como fazer na matéria "Aprenda a criar sabão a partir de óleo de cozinha usado". As borras de café também podem ser aplicadas em jardins, veja como na matéria "Borra de café: cinco usos para ajudar as plantas do jardim". Já os restos de carne terão que ir para o lixo comum ou, se você preferir, seu animal de estimação também pode se alimentar delas - mas tome cuidado com os temperos e outros alimentos que você tiver adicionado à comida.


Fonte: eCycle



Localização:

Fale Conosco:

(91) 3201-7700

CataAmazon 2016.

Endereço: 

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil