Localização:

Fale Conosco:

(91) 3201-7700

CataAmazon 2016.

Endereço: 

Campus UFPA - Rua Augusto Corrêa, 01 - Casa do Poema,

Bairro Guamá, 66075-110, Belém, Brasil

  • cataamazonufpa

Rede ReciclaPará devolve mais de 18 toneladas de caixas de leite para as indústrias fora do Estado

Atualizado: 23 de Out de 2018

Estes materiais recicláveis estavam sendo armazenados a mais de três anos.

A Rede ReciclaPará devolveu, nesta sexta-feira (19), mais de 18 toneladas de caixas de leite longa vida (tetra pack) para as indústrias fora do Estado do Pará. Esta ação, contribuiu para o avanço na Logística Reversa da região. Na Associação de Recicladores das Águas Lindas (ARAL), estes materiais recicláveis estavam sendo armazenados a mais de três anos.


De acordo com o balanço realizado pela Rede ReciclaPará, que faz parte do projeto Incubação para fortalecimento de cooperativas e associações de catadores e catadoras de materiais recicláveis e reutilizáveis em municípios do Pará, realizado pelo Programa Interdisciplinar Trópico em Movimento, da Universidade Federal do Pará (UFPA), o total de caixas tetra pack coletadas e armazenadas por cada uma dessas cooperativas e associações de catadores e catadoras de materiais recicláveis e reutilizáveis, são:


Associação de Recicladores das Águas Lindas (ARAL) - 9.767 Kg


Associação de Catadores da Coleta Seletiva de Belém (ACCSB) - 3.390 Kg


Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis de Vigia de Nazaré (RECICRON) - 2.491 Kg


Cooperativa de Trabalho dos Profissionais do Aurá (COOTPA) - 1.130 Kg


Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Benevides (RECICLABEN) - 903 Kg


Cooperativa dos catadores de materiais recicláveis do Caeté de Bragança (COOMARCA) - 396 Kg


Cooperativa de Coletores de Materiais Filhos do Sol – 147 Kg

O projeto “Incubação para fortalecimento de cooperativas e associações de catadores e catadoras de materiais recicláveis e reutilizáveis em municípios do Pará” busca estimular o desenvolvimento de pequenos empreendimentos populares, através de suporte gerencial, científico, tecnológico, estudo de mercado, comercialização, apoio de infraestrutura e identificação de linhas de financiamento/fomento, proporcionando às cooperativas e associações, inseridas no processo de incubação, condições favoráveis ao desenvolvimento de maneira acelerada e sustentável das atividades econômicas.


Por Karina Samille Costa